Qual é sua opinião? – Adoção por casais homossexuais

O reconhecimento da união civil de casais homossexuais traz, mais uma vez à tona, uma polêmica questão: a adoção de crianças por casais do mesmo sexo.

Você é a favor da adoção de crianças por casais homossexuais?


Esse post já foi lido 19244 vezes

Comentários

  • Eduardo Bara Menezes disse:

    Contra. Questão de princípios. Só isso.

  • Vandreza disse:

    A favor. Questão de princípios também.
    Confiram os 4 mitos sobre filhos de pais gays na Super Interessante: http://super.abril.com.br/cotidiano/4-mitos-filhos-pais-gays-676889.shtml

  • Paula disse:

    Super a favor. As novas familias estão aí provando que não importa como, as pessoas com uma base estruturar sólida são mais felizes, bem sucedidas e conseguem viver melhor com todas as alegrias e obstáculos da vida!

  • kaue moncau disse:

    Não sou contra a opção deles. Cada um sabe o que faz! Mas, adoção é complicado! Quem garante que não vão induzir na opção da criança …

  • Lorena disse:

    Homossexuais podem ser “diferentes” da maioria no aspecto da orientação e/ou preferência sexual. Entretanto não diferem em tantos outros aspectos: são filhos, são pais, amam e são amados, necessitam receber a dar carinho, têm uma família e aprenderam a viver em um lar. Ter um parceiro do mesmo gênero, o que impossibilita a maternidade ou paternidade conjunta, não significa que os filhos não sejam desejados. O que uma criança precisa é de cuidado e atenção, carinho e dedicação. Tantos de nós fomos criados só pela mãe ou só pelo pai; outros numa casa só de mulheres ou na ausência de uma figura materna. O que pode provocar desajuste em uma criança, na formação de sua personalidade é a violência, a ausência, a fome, a estupidez, o preconceito, a falta de compreensão, carinho e estudos. Eu estou de acordo com a adoção por qualquer casal que, com equilíbrio, ame uma criança órfã ou abandonada e que se disponha a dar à ela tudo que uma criança merece na vida.

  • Melissa K. Chen Ufer disse:

    A favor, questão de princípios também. O importante é que a criança tenha bons exemplos e muito amor, acima de tudo. Na sociedade atual, onde a metade dos casamentos acaba em divórcio e a “família tradicional” é quase excessão, não há porque impedir que pessoas do mesmo sexo fundem uma família, especialmente depois de reconhecidos como casal perante a lei.

    • Thiago Caixeta disse:

      Kaue, meus pais são hetero e não foi isso que influenciou na minha orientação sexual…
      Corroborando com os demais colegas, uma criança pode ter um pai e uma mãe, um pai, uma mãe, dois pais, duas mães, o importante é garantir uma família à criança, este é o foco da adoção: que a criança tenha um lar decente.

  • Ivani disse:

    contra….ja é difícil educar criar casais normais imagina homossexuais….. não é do agrado Deus……maldito homem que deita com outro homem…..contraaaaaaaaa

    • philippe disse:

      tambem nao e do agrado de Deus homem comer carne…

      esta na biblia nao e?

      seu deus e massa ne?

      vc esta sendo irracional….

      • Dino disse:

        Desculpe dizer algo mas Não é pecado comer carne!! é conselho não comer alguns tipo de carne… algumas são a de, porco, rato, cachorro, cavalo, abutre, urubu, tubarão, foca, golfinho.. é isto que a Bíblia ensina é isto que o Deus da Bíblia orienta! Mas lembrando… Temos o livre arbítrio em tudo… Porem o Deus da Bíblia, inspirou homens Santos, separados a nos orientar dizendo… se fizer assim viverá!!! Mas o viverá é aos que creem, algo alem do presente, muito alem… e sobre a questão da adoção.. apesar de toda aparente bondade e compaixão, tendo a compreensão cristã que tenho, preferiria apoiar adoção por um casal homossexual!! apesar que o Deus da Bíblia, ama incondicionalmente… e nós deveria-mos tambem.. deveria-mos!!! mas não somos Deus!

        • Dino disse:

          eu quis dizer que apoio porem se não houver opção de escolha, digo, se não houver um casal heterossexual que possa ocupar este lugar., e na minha opinião, que o adotado seja orientado no caminho dos conhecimento de Cristo!!!

          • CARLOS CARVALHO disse:

            Dino, meu caro Dino.
            Quem te disse que todos que lêem a bíblia ou qualquer uma das tantas que existem, compreenderão tudo num arroubo de consciência que, de hora pra outra, entenderão tudo??
            Vai dizer que por milagre as pessoas ficam inteligentes ou que as almas alcançam um patamar mais alto?
            Não Dino. As coisas não acontecem por milagre e a regra, ao pé da letra diz: SUE BASTANTE, CORRA ATRAS, SE ILUMINE!!! REGRA ESSA QUE DIZ: FAZ TUA PARTE QUE TE AJUDAREI. Mas vamos em frente sem essa de capítulos e versículos por que todo papagaio é capaz de contar, em chinês, até dez.
            Olha, fiel Dino, seja mais Dino. Posicione-se sem tanta cerimônia. Entretanto, tenho dito, não é qualquer solução que é A SOLUÇÃO. Mas não mesmo. E eu não estou sem soluções. Leia, com paciência, o restante das postagens.
            Acho que você se precipitou.

    • Camila disse:

      Como assim não são pessoas normais??? casais normais? a senhora mesmo podia ser homo e ai tu seria um ete diante dos outros? o preconceito minha quuerida está acabando só os mais ignorantes e sem estudo para poder refletir é preconceituoso e concertesa seu neto ou neta será homo pelo que a senhora fala e da maneira que age!

    • ariane fernanda frutuoso disse:

      aaaaaaaaa pelo amor ne nao e do agrado de Deus nao esta na biblia a pelo amor quem sao para jungar sou a favor e eu e minha mulher vamos adotar sim vamos amar muito e so uma pergunta e do agrado de Deus pais que sao heteros que maltratam patem espancam isso e certo entao ?????

    • steffani disse:

      cada um tem sua opinião…mais eu sou a favor da adoção….isso não e pecado…..DEUS sabe o que faz….

    • joyce disse:

      Concordo contigo plenamente, Deus fez o homem e a mulher, para sempre estarem juntos.Foi feito para sua imagem e semelhança e o Diabo quer deformar os seres humanos

  • Roberta disse:

    A favor!!!
    Acredito que a felicidade e a boa educação de uma criança independe de ser criada por um casal “normal” ou “anormal” até porque, para mim, um casal normal é aquele que se respeita, que se ama, ama os filhos e a familia independente da opção sexual.Tenho certeza de que os casais homossexuais são tão capazes de amar e educar uma criança quanto um casal heterossexual.

  • Vasco P. da Gama disse:

    “Favorérrimo”. Estamos com Theodora a 6 anos, é uma criança feliz e alegre. Dá aulas sobre o assunto na escola onde amiguinhos a aceitam como qualquer outra criança. Ela acaba de ganhar uma irmã Helena que esta com 1 ano e 4 meses que acaba de aprender a andar. Somos uma família homoafetiva feliz. Garanto que muito mais feliz do que qualquer família heterossexual.

  • Lorena disse:

    Guilherme, obrigada.
    Tenho apreciado muito esse blog.

    Não sou uma batalhadora oficial pelas minorias: não pertenço a nenhuma bandeira, não sou de nenhuma ONG e não costumo participar de passeatas ou correlatos.
    Mas sou uma apoiadora eterna e veemente de qualquer atividade que combata preconceitos.
    Dentro do meu círculo de relações de amizade e trabalho procuro difundir boas ideias.
    As “mídias sociais” têm sido uma boas coadjuvantes.

    Percebo que a maneira da sociedade encarar os homossexuais é pobre de argumentos racionais.
    Rica em questionamentos preconceituosos ou apenas baseados em “princípios” que aprendemos de outros sem questionar se estavam certos ou não. É uma herança.

    Há aqueles que dizem que são “contra os homossexuais”. Isso é possível?
    É algo comparável a dizer: “sou contra as pessoas com olhos verdes”.

    Ser homossexual em qualquer lugar do mundo é, ainda hoje, muito difícil. O mundo, a vida, as facilidades, os governos e os direitos humanos não estão perfeitamente adaptados a isso. E as pessoas não optam conscientemente pela dificuldade, convenhamos.

    Já se veem políticas e boas práticas empresariais envolvendo a integração de mulheres, etnias várias, incapacidades, mas o tema gay é complicado! Porque tanto medo de colocar o dedo nesta ferida? E, feridas devem ser tratadas senão não curam nunca.

  • SérgioBeneduce Lemos disse:

    Sou contra a adoção por casais homossexuais. Não vejo como uma coisa natural para uma criança pequena ter dois pais. Acredito que ela pode sofrer de mais na adolescência e que não é uma necessidade para um casal homossexual ser feliz, até porque casais homossexuais sabem que não poderão ter filhos.
    Quero deixar claro que sou apenas contra a adoção! Tenho uma prima que a mãe dela (minha tia) há 10 anos é casada com uma mulher maravilhosa e moram as 3 juntas e formam uma família linda. Mas ela é filha biológica de uma delas e sempre teve a referência de pai e mãe (duas por sinal).
    Toda criança tem um pai e uma mãe, e sou contra mudar este princípio.

    • Guilherme Bara disse:

      Ola Sérgio, que bom ter você por aqui!. Continue visitando e deixando seus comentários. Abraço!

      • Thiago Caixeta disse:

        Sergio, qual referencia que tem uma criança filha de mãe solteira ou de pai solteiro? O que os coleguinhas falam dela na escola? Hoje parece mais “comum”, mas me lembro que quando a Xuxa foi mãe solteira, foi motivo de muita discussão… Como que uma celebridade que deveria ser exemplo para nação comete um erro desses? ouvi muito esta frase naquela época. Hoje não seria a mesma coisa… Na verdade o preconceito ou a rejeição estão nas pessoas adultas e não nas crianças.

        Parabéns Guilherme por prover um espaço tão bacana para reflexão de temas que fazem cada vez mais parte de nossas vidas.

  • Aline O. Morais disse:

    São tanto comentários bacanas que me abstenho de enumerar os motivos porque uma família é muito mais importante para a formação de um cidadão do que o abandono ou a vida em um orfanato, independente da opção sexual dos pais. Não é isso que constrói o caráter das pessoas. Estou cansada de ver casais heterossexuais que educam pessimamente seus filhos.

  • Rodrigo Meirelles disse:

    A favor! Prefiro que as crianças tenham alguém, independente de qual seja a orientação sexual dos cônjuges, as dando carinho e conforto a elas continuarem em um orfanato e demais locais. Sabe, a ideia de que é desconfortante para a criança é em si inválida, ao meu ver. Visto que uma pessoa pode tornar-se homossexual, ainda com os pais sendo héteros. A única coisa de fato desconfortante não provém da educação que eles irão dar a seu filho(a), e sim da visão que os outros terão perante eles. Isso, infelizmente, com certeza intimidar-los-á: preconceito, hipocrisia religiosa etc.

  • Desde que o mundo é mundo, uma família é constituída por homem e mulher, nada contra outras opções, cada um é feliz como achar conveniente, mas o conceito estrutura familiar nunca deverá mudar, homem e mulher. Acho que uma criança deverá ter direito de conhecer e viver, e depois optar o que acha melhor para ele.

    • Thiago Caixeta disse:

      Desde que o mundo é mundo, o homossexual foi reprimido, apesar de sempre ter existido. Sendo criada por pais hetero ou homo não vai influenciar em sua orientação. Se não, os filhos de heteros não seriam gays.

  • JORGE VIDAL disse:

    Sem entrar de forma objetiva nas considerações e posicionamentos do vosso Blog, embora participe ativamente da discussão de muitos assuntos na Rede. Aqui também, estou participando, porquanto estou recebendo informações… E quanto à idéia de receber e fornecer informações agradeço o espaço, e peço e também sugiro a leitura do meu décimo sétimo Blog: O CASAMENTO GAY, A ADOÇÃO E O ESTUDO HOMOSSEXUAL NAS ESCOLAS, endereço ─ http://www.paradocola.blogspot.com .
    Atenciosamente JORGE VIDAL

    • CARLOS CARVALHO disse:

      ESTÁ AGUARDANDO QUE O DUELO DE MUITOS ESCREVA UM BEST SELLER PRA VOCÊ?
      ARREGACE AS MANGAS E AS BOCAS DAS CALÇAS E CAIA NA TRINCHEIRA, LUTE E CONQUISTE SUA MEDALHA.

  • Anna Lemos disse:

    Quer discutir sobre adoção de casais homossexuais? Não discuta. Se você tem um pouco de racionalidade vai perceber que independentemente de sua criação, algo que todas as famílias deveriam ensinar, é se ter respeito e tolerância com os outros. Se você aprendeu um pouco de sociologia na escola, você deve saber que não vivemos mais na era do determinismo e essa classe agindo hoje em sociedade supera a falta de razão. Não quero mostrar meu possibilismo, mas quando se aprende os principios básicos da vida e de como relacionar isso com o próximo, usa-se a ideia de possibilismo, e a importancia de todos terem esse conceito de diferença dos atos mesmo com um meio que alterna esse pensamento. Vamos deixar um exemplo clássico que representa ao meu ver o mesmo caso da criação de uma criança por um casal homossexual; uma pessoa que nasce em uma favela, não necessita ser um favelado pra sempre, e ter um destino de assaltante, ou traficante. O meio não te faz ser o que é proposto por ele, você muda o seu destino a partir dos seus atos, então não se pode dizer que uma criança criada por homossexuais, vai chegar a ser homossexual também, na minha opnião um pensamento assim tão determinista chega a ser absurdo. A diferença dessa criança pras outras, é que com certeza ela vai ter uma criação com muito mais ensino de respeito e tolerância do que as outras familias possam pensar em dar.

    • CARLOS CARVALHO disse:

      Quem te disse que os nascidos em favelas fatalmente serão ou correm risco de se tornarem delinquentes? Parece argumento de uma menininha que mora em algum dispendioso condomínio. Respeito e tolerância é justamente o que não está havendo. Qual parte da adoção de jovens de 18/19 anos com discernimento suficiente para optarem sobre que tipo de perfil familiar eles gostariam, QUE VOCÊ NÃO ENTENDEU? Insisto de que isso não passa de conveniência e não sublimação do amor por parte dos homossexuais. Um joguete com a vida alheia que sérias consequências trarão. Você menciona favelados com base em experiências vividas em manchetes de jornal? Que vida rasa. Mas já que tocou no assuntos da possibilidade de estas crianças se tornarem gays também, por que não?
      Você também afirma que os homossexuais são tão sublimados e não haverá a mais discreta influência na personalidade das crianças? É mesmo? São seres tão especiais assim? Taí o seu POSSIBILISMO se voltando contra você. Você impõe a inquestionável eficácia social a adoção de crianças por homossexuais; se não vejamos:
      Você não imaginou que se isso fosse o que deveria, desde quando a humanidade esboçou inclinações em caminhar ereta já não seria assim desde esse tempo? O que te faz pensar que esse atraso milenar veio ser corrigido com
      um gigantesco manifesto gay em adotar crianças? Sabe, penso que isso é só o começo. Somente a ponta da barbatana do tubarão submerso. Breve, o sal da água do mar vai incomodar, a tonalidade do céu vai incomodar e, por que os macacos não latem?, seria moderno não?. Os gays adoram mudar a decoração das casas deles, do planeta, das outras pessoas, enfim, é muito poder. Que o diga V.Excia. Jean Willys. Pode o que pensa que pode, mas em se tratando da vida alheia, aí é que a luta explode. Bem, Anna com dois Ns( Ana que mora em favela é um n só), taí mais um manifesto(posicionamento se quiser). Irei fazê-lo enquanto ainda posso, sem ameaças, processos, acusações de preconceito, atraso mental, etc, etc. Distâncias estelares existem entre a mãe por conveniência e a MÃE. Não sei se você sabe.

  • CARLOS CARVALHO disse:

    Se alguém optou ou foi induzido a ser gay não dou a mínima. Afrescos encontrados nas ruínas de Pompéia e Herculano, especialmente nas termas, dão conta de que o homossexualismo pela a decênios por se consolidar. Continuem tentando, pois, QUEM FAZ A CASA FAZ AS REGRAS. Quem criou o Universo, casa dos mundos, deixou claro que esta diretriz não é negociável. Os oceanos continuam salinos, estrelas surgem à noite, os cães não se acasalam com gatos, etc,etc.
    Bem, já a adoção de crianças por casais homossexuais, isso vai mais longe. Não se trata simplesmente de retirar das ruas e orfanatos criaturas ainda indefesas e incapazes de fazerem uma opção de tal envergadura e decidirem por elas que isso sim é que é modelo de família. O risco é altíssimo de sair do poço e cair na fossa. Antes que a Gestapo gay, a ditadura gay, o nazismo gay e o terrorismo gay me processem farei uma perguntinha: Por quê estes casais homoafetivos não adotam ou tutoreiam jovens de 18/19 anos com consciência básica para optar se querem ou não esse tipo diferenciado de “lar”?
    Aristocracia do egoísmo e da conveniência, isso sim!
    O sujeito se sente mulher, e sendo assim, por quê não adotar um famintozinho qualquer para dar ares de seriedade a uma fraude e apaziguar temporariamente o coração e calar umas bocas? Manipulação alimentar e bajulação com oferendas é muito empregado por domadores de circo para com os animais mais empedernidos. Se as crianças têm fome, e tem mesmo, por que não juntar essa fome com a vontade psicológica de se tornar o que jamais vai ser morfologicamente? Ah…. que CASTA de pessoas especialíssimas, inquestionáveis e sublimes são os gays.
    Como Deus, ou seja lá qual for o nome de QUEM FEZ A CASA E AS REGRAS, pode ter sido tão incompetente e imbecil não impondo desde o princípio que o planeta deveria ser gay!!! Por que Jesus não era gay?? que injustiça à esta comunidade tão tanta coisa.
    Sabe, muito na moda está a palavrinha “preconceito”. É tão FLEX. Serve pra tudo, não?
    Eu não gosto nem sou obrigado a conviver com animais peçonhentos, não gosto da cor laranja, não torço pelo Flamengo, etc, etc. Dentro da minha formação, isto se chama POSICIONAMENTO! E pago pra ver quem vai tentar me tirar isso. São inúmeras as correntes que engrossam a LEGIÃO DE MERCENÁRIOS que, convenientemente, apoiam as causas antinaturais. Até o pateta do Pedro Bial representando a mega formadora de opinião Rede Globo.
    Conheço bem um fato: Errar na vida alheia não é erro É CRIME. Afirmar que um casal gay é a opção ideal para crianças adotadas, das ruas ou orfanatos, é o mesmo que afirmar que o homem e a mulher foram uma grande perda de tempo por parte da SUPREMA CRIAÇÃO. HORRESCO REFERENS!
    Estas crianças serão obrigadas a engolirem que sua mamãe se barbeia e o papai tem seios. Ou isso ou voltam pros orfanatos ou pras ruas. Dantesco!
    Podem gastar fortunas em cirurgias plásticas e drogas hormonais igualmente caríssimas que nunca vai passar de um engôdo. Como alguém que se disfarça de mulher poderá ser uma mãe com o verdadeiro coração de mãe, coisa impossível de ser fabricado em centro cirúrgico. Não existem úteros protéticos! Esse movimento todo mais parece um gigantesco aríete medieval às portas da cidadela e a cada arremetida avisa: VOU ENTRAR E VOCÊS VÃO TER QUE ME ENGOLIR! Quem quiser ser gay que seja mas não exijam aplausos de ninguém. Nazistas. Conclamam toda a sociedade impondo apoio incondicional mas que ao mesmo tempo, na verdade, não sabem para onde estão indo pois se o soubessem iriam sozinhos, resolutos e indiferentes às opiniões. Adotar estas crianças não passa de velada conveniência. Ninguém é nada simplesmente por que pensa que é. Eu não me sinto um homem, eu sou.
    Dizer que isso é modernidade?
    Uma nova ordem mundial?
    Ah!! essa é boa. Como se modernidade e avanço social fosse andar de traz para frente, de cabeça para baixo e tudo mais que fosse esquisito pra se poder dizer que é original. Surrealismo é um estilo artístico que, sob efeito de drogas pesadas, fica muito bem nos limites de uma moldura e só.
    Sociedade surrealista é homicídio evolutivo. Bem, o mundo sobreviveu à muitas investidas das sombras da ignorância, ainda que sob o embuste de modernidade. Quem não estiver
    satisfeito com A CASA E AS REGRAS dirijam-se ao balcão de reclamações, que não é neste mundo. Terão de sair pra se queixarem e, certamente serão muito bem atendidos.
    ALEA JACTA EST.

  • Hermes disse:

    Em 7 de março de 2012, a Band noticiou sobre um menino de 5 anos que sofria agressões e estupro de uma dupla homossexual em São Paulo. A faxineira da casa percebeu que o menino estava com febre e como a dupla gay não estava, a mulher o levou para casa. Durante o banho do garoto, ele contou que estava com muita dor. O menino contou para a faxineira que sofria maus tratos e abuso sexual.
    A mulher levou o menino para o hospital, onde o garoto deu entrada com desidratação, desnutrição, broncopneumonia e tinha marcas de agressão pelo corpo.
    A ocorrência foi registrada no 13º DP e o Conselho Tutelar foi acionado. Contudo, o governo do Estado de São Paulo interveio fortemente no caso, designando quatro defensores públicos para defender a dupla gay. O acompanhamento do caso por quatro defensores públicos espantou até o delegado, que disse:
    “Em trinta e quatro anos de polícia, esse é o primeiro caso na minha carreira que eu vejo que a Defensoria Pública vem acompanhar dois indivíduos que estão sendo investigados e com quatro integrantes”.

    Agora vê se raciocina por conta própria e não fiquem deixando a midia, nem as pesquisas pensarem por você. Coloca a massa cinzenta pra trabalhar, o povo burro!

    • CARLOS CARVALHO disse:

      BRILHANTE MANIFESTO.
      ISTO NÃO PODE NEM DEVE SE PERPETRAR.
      PARABENS.

      • Thiago Caixeta disse:

        NUNCA ouvi falar de casos de maltrato de crianças filhas ou adotadas por casais hetero!
        Isso é um absurdo, só os casais gays que cometem abusos.
        Quanta hicopresia, quem pensa assim, dissemina mais ainda o preconceito, sabia?

        • Lorrana disse:

          Boa Tarde… Olha Thiago como que você sabe que casais homossexuais abusa de crianças… você não pode julgar ninguém, quem é você para está julgando…
          O ÚNICO SER, QUE PODE JULGAR É DEUS.
          E para concluir hoje no mundo são os CASAIS HETEROS QUE ESTÃO ABUSANDO DE CRIANÇAS, (pedofilia) e se for possivel matando as crianças depois de abusada… isso sim é crime…

    • Kzlato disse:

      Já vi milhares de notícias na minha cidade e região com conteúdo de abuso sexual de crianças por casais heteros, mas é claro que os cegos hipócritas acham que isso não acontece, pois estão vedados pela ignorâncias de achar que somente homossexuais fazem isso, e que todos fazem. Irracional, no mínimo. A questão não é sua condição sexual, mas sim o fato deles serem maus pais, como todos os que mal tratam os filhos e como todos os que ABANDONAM SEUS FILHOS EM OFANATOS para sofrerem maus tratos e terem uma infância traumática e difícil.
      Hipocrisia é ficar utilizando-se de acontecimentos sociais isolados para caracterizar um grupo inteiro enquanto esse ocorre no geral. Consegue ser pior que a concepção de que todos os filhos de casais homoafetivos serão homossexuais, uhasuhauhsahus quanta desinformação!

  • Alinny Karla disse:

    “ainda não sei se sou a favor ou se sou contra esse tipo de coisa mais li todos os comentariios e gostei”
    venho qui pedir a ajuda de vocês estou fazendo um trabalho sobre esse assunto e com isso, achei legal o comentário de vocês e vendo esses comentarios vai me ajudar muito no meu trabalho pois sera um debate e as opinoes diferentes vao me ajudar muito#

    • CARLOS CARVALHO disse:

      Não é indispensável as opiniões de cada um por aqui.
      Se você observar seu cotidiano, a vida como ela amanhece e anoitece, há detalhes simples ou relevantes que caminham por conta própria. O sol sempre nascerá no leste, os polos estão onde devem e a humanidade é como deveria. Qualquer tentativa de alteração destas diretrizes é intromissão, rebelião ou simplesmente inconformismo sem a menor chance de se reverter. Estes fatores no planeta não são negociáveis.
      Quem é ou se sente diferente que o seja respeitando as fronteiras de seus desejos sem confrontar os que são naturais dentro das LEIS NATURAIS. Que não imponham a ninguém estilo algum nem obriguem ninguém a ENGOLIR SEU GÊNERO DE AMOR. Muito menos às crianças.
      As criaturas naturais não necessitaram de PL (projeto de lei) alguma para seguirem seus caminhos pelo mundo sejam quais forem. Filhos não são gerados por processos jurídicos. O gay que se sente mãe ou pai, nada mais é que uma leve impressão ou sensação. Também pode ser insanidade ou insensatez. O planeta se chama TERRA e não OZ para que um mero desejo se torne realidade. Dentre os milagres de Jesus não há registros de algum homem que tenha recebido um útero. Bem, é isso Alliny. Posicionamento, óbvio que o outro lado dirá que é preconceito.

  • Maria Celina disse:

    Eu, pessoalmente como mãe, não concordo, com a adoção de crianças, quanto a mim deve ser difícil explicar e as crianças entenderem, deve mexer muito com o seu lado psicológico. Os homossexuais podem dar tudo, boa roupa, bons brinquedos, bons colégios, mas acho que o carinho e o amor de mãe não é substituído por nada neste mundo.
    Penso que a nossa sociedade ainda não aceita e não está preparada. Mas temos que respeitar as opções de vida de cada um, pois só assim podemos viver em paz e harmonia.

    • CARLOS CARVALHO disse:

      Olá Maria Celina,
      concordo com você quanto ao aspecto psicológico de uma atitude dessas na vida de outro ser.
      Entretanto, não se trata de aceitação social ou preparo, pelo fato de que isso nunca passará do que é. Uma forma furtiva de imposição e um método camaleonesco de impor um gesto de conveniência e não de amor. Se alguém não teve preparo de ser o que é na sua morfologia como poderá se transformar numa MÃE simplesmente porque pensa que é mulher? ou homem?
      Quanto ao fato de opção pelo caminho A ou B pra isso não dou a mínima, mas envolver quem sequer pôde escolher se quer ou não ter uma mãe/homem ou um pai/mulher isso é agressão psicológica e espancamento emocional. NAZISMO AFETIVO. NAZISMO GAY.
      Você está correta e que ninguém pense que uma borrachinha será passada apagando qualquer artigo da constituição do Universo por que discorda de seu AUTOR.
      Isso nunca será negociável.

      • Rose disse:

        Eu amei seus comentarios!!!! Me ajudou muito em um trabalho no qual tenho q me posicionar contra a adoçao por homo e q eu sou contra mesmo, mas as pessoas ja estao pre dispostas a defender, ate psicologos falam q as crianças vao se densenvolver normalmente q ate mesmo sao mais amadas q por um casal hetero. Eu respeito a orientaçao sexual, mas nao concordo c a pratica. Um abraço.

      • Rodrigo disse:

        Não é questão de envolver criaturas que não podem escolher se querem ter pais ou mães homossexuais ou heterossexuais, mas sim, criaturas que foram abandonadas por casais heterossexuais e estão vivendo em orfanatos e sofrendo a cada dia pois não tem quem os ajude, quem os instrua e os sustente. Eu respeito sua opinião mas discordo. Dizer que a adoção por casais homossexuais seria uma tortura psicológica, seria no mínimo hipócrita e desumano, a partir do momento que a real tortura e sofrimento seria crescer em um orfanato sem amor de ninguém.
        Eu acho, e só acho, que essa discussão PELAS CRIANÇAS é no mínimo cega, pois ninguém pensa nas crianças de fato, ficam apenas se embasando em seu próprio preconceito e ignorância para condenar algo que poderia livrar muitas pessoas, crianças que foram ABANDONADAS POR CASAIS HETEROSSEXUAIS da criminalidade e perdição.
        O pior de tudo é colocar que as crianças não terão liberdade para reconhecimento sexual na adolescência, como se os pais homossexuais fossem forçar o filho a ser homossexual. isso é no mínimo irracional. Não é por que vocês heterossexuais fazem esse pressão psicológica em seus filhos para que eles sejam heteros, que nós façamos o mesmo.

    • Thiago disse:

      A sociedade não está preparada? Você está preparada? Você acha justo uma criança não ter uma familia porque a sociedade não está preparada, ou você não está preparada para ver um casal gay a educando?
      De que adianta ter um pai e uma mãe, e não receber a educação, o amor, o afeto e a formação de que precisa.
      Tudo o que precisamos nessa vida é de amor, uma boa eduação, e um espelho de idoneidade, carater e respeito mútuo dentro de casa. Você acha que um casal gay não pode proporcionar isso? Se um casal hetero não consegue, então também não pode adotar uma criança.
      Filhos de casais gays não são os únicos que crescem sem um pai ou uma mãe. Isso é super comum, e a criança pode escolher uma referência, como avô/avó, tio/tia etc para suprir essa figura paterna/materna.

  • Josiane disse:

    Sou contra .
    Porquê não adianta querer mascará a sociedade, a maioria é sim preconceituosa e infelizmente essa criança irá sofrer bullyng na sociedade por conta dos pais serem homossexuais , e sabemos que mexe muito com o psicológico da criança .

    Sou contra apenas por este motivo .’

    • Thiago disse:

      Agora você acha justo uma criança não ter uma familia porque ela corre o risco de sofrer bullying? E porque não tratar a origem? Se o problema é o preconceito que ela pode sofrer, lutemos para acabar com o preconceito, assim como se fala tão abertamente sobre o prejuizo causado as crianças por causa do bullying nas escolas.
      Assim como existem filhos que receberam uma excelente educação, amor e formação de pais solteiros, casais gays podem oferecer isso também.

  • Thiago disse:

    Sabe o que pode trazer danos à formação psicológica da criança? Não ter uma familia.
    Sou totalmente a favor da adoção por casais gays, e pela desburocratização na adoção no Brasil.

    • CARLOS CARVALHO disse:

      Thiago,
      Não faça apostas tão altas. Do tipo: Casais gays são opção ideal para quase tudo.
      Se são ideais para adoção de crianças não se esqueça de que são pessoas. Podem ser boas pessoas ou más. Não são divindades. Nunca serão. Podem se doar, podem suprir ou amparar como criaturas de bem. Mas pai ou mãe nunca serão.
      Outra, PAREM de acusar de preconceito tudo o que lhes discorda. Repito que em breve criminosos pertinazes e criaturas sombrias se valerão desse argumento para seguirem praticando suas torpezas. Preconceito é NÃO GOSTAR POR NÃO GOSTAR. O que você tem lido neste blog são MANIFESTOS. Ninguém menciona via… ou impropérios quaisquer que denigram classes ou castas.
      Você está diante de POSICIONAMENTOS. Você gostaria mesmo que o mundo aplaudisse tudo só pra se passar como moderninho? sem preconceitos? Você gosta de ser aceito ou engolido? O que é engolido na marra volta com muito mais força(ou raiva). Qual o seu problema ou da comunidade gay quanto ao posicionamento das pessoas?
      Ainda insisto: São adoções de conveniência.
      Quando somos o que realmente somos conseguimos imprimir ou transmitir personalidade nas nossas atitudes e palavras. Quando se pensa que é o que NÃO é tudo é inconsistente, débil, frágil.
      Há pessoas que apoiam isso assim como houveram pessoas que apoiaram Hitler. Há péssimos políticos que apoiam isso assim como há pessoas que os elegeram.
      Os políticos acreditam ser conveniente apoiar isso assim como muitos acreditam ser conveniente adotar crianças para compor o dito casal.

  • neisci massingue disse:

    Indecisa

    nao sei se contra ou afavor, trata-se de um assunto muito delicado, sobre o qual ainda nao tenho nenhuma opiniao formada, realmento o efeito psicologico que tal pode ter numa crianca nao pode ser descartado, o preconceito que a sociedade tem e como isso pode inluenciar no desenvolvimento da crianca e’ um asssunto a ser levado em consideracao.

    Por outro lado, sera justo privar uma crianca de um lar devido devido a “pre-conceitos” que a sociedade tem?

    Tenho que fazer um trabalho sobre a materia, sou parte opositora, e’ muito dificil.

  • nicolly disse:

    também sou totalmente a favor da adoção por casais gays pois não existe coisa pior do que crescer sem família…

  • Lorrana disse:

    Pessoal eu não sou a Favor mas respeito a opinião de cada um. Se ele ou ela é feliz então porque não deixar eles felizes. Sou contra alguns comentários que diz que casais héteros não abusa de crianças e que casais homossexuais abusam de crianças. Sou contra esses tipos de argumentos… Pois ninguém sabem como é a vida dos casais homo afetivos.
    Se lembra daquela atriz que interpretou Ágata na novela avenida brasil então na vida real ela tem dois pais e é muito feliz. saiu na ego noticias. interessante. Procure informar melhor antes de julgar!
    Abraço…

  • cristiane disse:

    o papel de meu pai e de minha mãe pra mim foi tudo,não viveria se não tivesse sido criada pelos dois,foram tudo,tirando por mim cada um fez a diferença não teria funcionado comigo se fossem duas mães ou dois pais por isso sou contra.
    ,

    • Rodrigo disse:

      Tu és contra pois seus pais foram um exemplo para você, ok mas, sinceramente não vejo relação entre sua experiência com a realidade, queridinha, não estamos em um conto de fadas, estamos falando de crianças que foram abandonadas, estão sem lar, SEM pais e mãe, sem amor e carinho.
      Te faço uma pergunta, se tivesses sido abandonada por seus pais, preferiria crescer em um orfanato ou amada por dois pais ou duas mães?
      Aprenda a analisar os fatos antes de publicar algo e pense no sentimento das criancinhas abandonadas ao invés de pensar em sua vida perfeita .
      Obg.

  • paulianny disse:

    as pessoas falam em ser feliz,e as crianças não merecem serem felizes?pra mim que vivo isso é frustrante,uma xocadeira me pariu e me entregou a um casal,hoje eu vivo um dilema,morro de vergonha,vão no colégio me buscar no outro dia só xacota dos amigos,tenho 12 anos e sou a pessoa mais infeliz na face da terra por que fui adotado por este casal,acho nojento,queria morrer.

    • Guilherme Bara disse:

      TEnho dúvidas se, e fato, foi uma criança de 12 anos que escreveu este comentário.

      • CARLOS CARVALHO disse:

        POR QUÊ TEM DÚVIDAS PREZADO GUILHERME????
        SÓ VALEM APLAUSOS?
        MESMO QUE NA MARRA?
        TE OCORREU QUE AS PESSOAS SE PARECEM MAS NÃO SÃO IGUAIS? SÃO COMO IMPRESSÕES DIGITAIS?
        OUTRO DIZ : “NÃO PODEMOS FECHAR OS OLHOS AO ABANDONO INFANTIL”
        OOHH!, CLARO QUE NÃO. MAS NEM TUDO QUE FLUTUA É BÓIA SABIA?
        TUTOREAR É UMA SAÍDA. ACOMPANHEM O DESENVOLVIMENTO DE UMA CRIANÇA NUM ORFANATO DURANTE ALGUM TEMPO. TESTEM SEU VERDADEIRO AMOR À DISTÂNCIA PARA PODEREM INCLUSIVE VERIFICAR COM CLAREZA SE ISSO É AMOR E NÃO CONVENIÊNCIAS DE EGOISMO DO TIPO “EU QUERO E ISSO QUE IMPORTA”. APÓS ESSE TEMPO A PRÓPRIA CRIANÇA DIRÁ SE QUER OU NÃO ACOMPANHAR AQUELE CASAL DIFERENTE. ACREDITANDO QUE OS GAYS SÃO HUMANOS, ELES PODEM SER EGOISTAS, IMPOSITORES, DISSIMULADOS OU TAMBÉM PODEM SER BONDOSOS E DESPRENDIDOS. MAS É A CRIANÇA QUEM DEVE DECIDIR SE OS ACOMPANHA OU NÃO!
        E QUE NENHUMA INFORMAÇÃO SEJA NEGADA A ESSA CRIANÇA SOBRE O MUNDO QUE LHE AGUARDA DO LADO DE FORA AINDA QUE TENHA UMA ENORME FARTURA E FELICIDADE DENTRO DOS LARES GAYS.
        CUIDADO COM A VIDA ALHEIA. NÃO SE ERRA NA VIDA ALHEIA.

        • Guilherme Bara disse:

          Não discuto o conteúdo, apenas fiquei em dúvida da veracidade da autoria. O debate de pensamentos é ótimo, até mesmo para repensarmos nossas posições. COntinue à vontade para dividir suas opiniões por aqui.

          • CARLOS CARVALHO disse:

            MUITO BOM.
            DEMOCRÁTICO E RESPEITOSO.
            ABRAÇOS.

          • CARLOS CARVALHO disse:

            GUILHERME BARA,
            PRA MAIS DO QUE ÓBVIO VOCÊ CRIOU ESTE BLOG JÁ COM A CERTEZA ABSOLUTA PRA QUE TIME TORCE. ÓTIMO, NA VERDADE, ISSO NÃO IMPORTA.
            ENTRETANTO, NÃO SURTE EFEITO MEDIR TEMPERATURA DE NADA SEM SABER PRA QUE LADO VAI. OU, AINDA QUE SAIBA, LADO NÃO SIGNIFICA ROTA. LADO É APOSTA E ROTA É ROTA. SEU BLOG É TENDENCIOSO(E ISSO TAMBÉM NÃO IMPORTA). É APELATIVO E SUTILMENTE IMPOSITIVO. QUALQUER UM RECONHECE UMA AMEAÇA AINDA QUE VELADA, SILENCIOSA OU “EU QUERO ASSIM E PRONTO!”
            POIS É… SABIA QUE CHEGARÍAMOS NESTE PONTO.
            VOCÊ O GRANDE GUILHERME MEDINDO AS PESSOAS E PESSOAS QUE VOCÊ NEM IMAGINA QUE ESTIVESSEM MEDINDO VOCÊ. APESAR DE TODA TENTATIVA DE ISENÇÃO DE TENDENCIAS QUE TENTOU EXPRESSAR.
            MISSION FAILED. MAS VALEU. NA VERDADE, CARREGOU OS CANHÕES DE SEUS OPONENTES COM TANTA ISENÇAO(?) MAS ASSIM A VIDA É… UNS PUXAM OUTROS EMPURRAM E O TERCEIRO ELEMENTO MANTÉM TUDO COMO DEVE. TUDO COMO DEVE GUILHERME. E TANTOS QUANTO PUXEM OU TANTOS QUANTO EMPURREM, TUDO VAI FICAR COMO DEVE. ACEITE OU NÃO.

          • Por que diz isto? disse:

            Carlos, continue deixando sua opinião por aqui. Elas enriquecem o debate. Desde que não ofenda ninguém, o que, de fato, não tem ocorrido, serão sempre publicadas.

  • Fabio disse:

    Sou favorável, não acredito que exista qualquer relação entre a educação em um ambiente familiar “diferente” com a futura opção sexual ou com sua índole. Fechar os olhos as milhares de crianças que aguardam uma família é que não podemos.

  • Dálita Domingues disse:

    Bom, eu sou a favor! Toda pessoa tem os seus direitos que são elencados na nossa Constituição Federal, opção sexual, cada um tem a sua. Estou concluindo o meu curso de Direito na faculdade Montes Belos, e o meu tema de trabalho de conclusão é exatamente essa polemica das ADOÇÕES NAS UNIOES HOMOAFETIVAS, todos tem o direito de constituir uma familia, independente de sua sexualidade.

  • elisabeth disse:

    eu sou a favor , realmente a criança pode sofrer preconceitos mas o que importa é q ela vai ter uma familia que a dará amor e carinho , muitoooo melhor do que ficar num orfanato… sei disso por esperiencia própria e amo muito meus dois pais :)

  • Fernando Nagle disse:

    Adoção é, ou deveria sempre ser, um ato de amor.
    Não importa se é a adoção de uma criança ou de um cãozinho, o importante é que a pessoa tenha consciência que ela é responsável por uma vida, totalmente dependente dos seus cuidados.
    Que dê amor e carinho e transmita bons valores de caráter e cidadania.
    Existem tantos filhos legítimos e naturais de casais “normais”, heterossexuais, que não têm esse tipo de formação…
    Mas não há como negar que crianças adotadas por pais homossexuais vão sofrer discriminação ao longo de suas vidas, especialmente durante a infância e a adolescência, quando é formada sua personalidade. Esse é o problema.

    • CARLOS CARVALHO disse:

      Muito equilibrado seu posicionamento. Tudo está coerente.
      O que venho tentando enfatizar neste blog é a “FELICIDADE” unilateral de uma adoção dessa natureza.
      Por mais que se diga EU TE AMO a alguém que apanha todos os dias, que sofre perseguições dos mais variados matizes, que somente depois de decorridos alguns anos para que possa compreender o que de fato lhe aconteceu, não vai em nada, diminuir seus sofrimentos e as cicatrizes do espancamento moral, linchamento psicológico e hematomas emocionais que lhe marcarão pelo restante da vida. Por mais que lhe cubram de amor, se de fato for este o motivo da adoção, por mais que lhe ofereçam segurança dentro das restritas fronteiras do lar, do lado de fora fica o mundo sobrecarregado de criaturas inferiores naquilo que creem, inflacionado pela ignorância e, enfim, impregnado de viciados em todos os tipos de alucinógenos mentais e morais. Portanto, esse é um passo em que se deve recuar, e não chegar a pensar em dá-lo ou não.
      Necessário é bastante paciência com o grau evolutivo em que se encontram os habitantes dessa Casa. Um elefante cruzando vistoso e variado jardim, do ponto de vista dele, está apenas atravessando e não, destruindo.
      Um ato dessa natureza, digo adoção por casais homossexuais, deve aguardar que a sociedade amadureça e ELES TAMBÉM, para que se certifiquem do que desejam no ponto mais intimo de suas almas. Se é amor ou conveniência. E dentro desse turbilhão as crianças, que seguem aguardando um lar. Já o disse: É mui

      to possível tutorear estas crianças. Dar-lhes a chance de optarem e, vejam bem, não só pela adoção pelo casal em questão mas também PELO DESAFIO GIGANTESCO QUE VÃO TER DE ENFRENTAR LOGO NOS PRIMEIROS ANOS DE SUAS VIDAS DENTRO DO ESTÁGIO EMBRIONÁRIO PSICOLÓGICO QUE TODOS NÓS NOS SUBMETEMOS.
      Eu, seguro de minhas convicções, jamais tomaria atitude alguma que ferisse a estas crianças e nem mesmo os que a adotaram. Porém, na brecha triste do lado fraco em que muitos foram vencidos, haverão quem os cause ferimentos inimagináveis. ESTÁ FALTANDO A ESTES CASAIS HOMOSSEXUAIS UMA DOSE MODESTA DE EMPATIA, QUE É O DOM POUCO COMUM SE SE COLOCAR NO LUGAR DO OUTRO. Juridicamente, é uma vitória, uma conquista, um triunfo. Entretanto, como toda moeda possui dois lados: É A VITÓRIA DE UM GENERAL ROMANO NA GÁLIA, UMA CONQUISTA DE UM GLADIADOR NA ARENA E UM TRIUNFO DO EGOISMO.
      Ótimo que os tempos estejam mudando. Porém nem tudo que se tira da cartola é um coelho, nem tudo que se decide beneficia a todos e nem todas as adoções são por AMOR. TODOS ESTÃO SENDO MUITO PRÁTICOS, IMEDIATISTAS E EFICIENTES COMO EXECUTIVOS SEM TEMPERATURA QUE PULULAM NA AVENIDA PAULISTA.
      TIREMOS AS CRIANÇAS DA RUA! DO ABANDONO! VAMOS DAR UM LAR E AMOR A ELAS! Estes são os gritos dessa campanha. ATÉ AGORA NÃO SE OUVIU FALAR EM AMOR. EM SE DOAR. SE ESTAS CRIANÇAS DESCOBRIREM QUE FIZERAM PARTE DA DECORAÇÃO DO QUE ESTÁ NA MODA, EM BREVES ANOS, AS ESCOLAS, OS TELHADOS E AS JANELAS ESCURAS ESTARÃO REPLETOS DE ATIRADORES OU, DE CRIANÇAS QUE SE REVOLTARAM.

  • Tamara Mendes disse:

    Eu sou a favor, porque quanto mas crianças adotados por Homossexuais, menos Preconceito terá!
    E também, as crianças podem ser criadas por Heteros ou Homossexuais e terá a mesma educação que todas crianças tem que ter!
    “Esse mundo esta cheio de pessoas Ignorantes”

    • Luis disse:

      As veze o povo confunde muito as coisas , Homossexuais são hmossexuais , eu entendo e sei que são e pronto como um opção de comportamento. Mais o problema é muito mais alem, Nao podemos criar um novo genero só existe homem e mulher ponto. Não podemos de forma nenhuma comparar uma familia constituta de homem e uma mulher de uma homossexual. A questã nao é preconceito e sim defesa. A ideologia gay é intolerante querem dizer para as pessoas que tem que aceitar -los por que se não somos todos homofóbicos e deveriam ir para cadeia. Isso não existe como dizer que sou homossexual ? só declarar? Isso é uma ditadura o mundo não é gay !! Isso é uma falta de respeito e a desvalorização da familia tradicional. Porque independente de tivermos um casal homossexual esta sempre dependerá de um casamento heterossexual.

  • isabella disse:

    Bom eu sou a favor pq respeito se vem de casa se ele naum pode ter isso dentro de casa na rua que naum vai ter, a criança é bem mais educada e amada do que um hetero que tem um monte de filho para se passar fome ou jogar no lixo enquanto um casal de gay quer ter pra da carinho amor um sonho uma vida e naum pode ter, e a criança vai nascer sem preconceitos pq o mundo é gay, mesmo ela naum vendo isso dentro de casa pode se ve em escola rua e de forma bem pior, e naum é pq são criados por gays , gays serão, se alguem tem preconceito coitados, mas opinião naum se discuti, so dou uma dica abra os olhos os gays tbm são gentes.

  • Marcelo Dias disse:

    Sou contra.

    Motivos:
    http://www.verdadegospel.com/pesquisas-revelam-os-perigos-de-familias-com-pais-homossexuais/

    De gay e adoção Clodovil entendia. Foi adotado e gay. Nunca foi um militante gay. Era gay por opção, não escondia isto dos outros, mas nunca fez apologia a uma suposta “causa gay”.

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=U2SvVzsu-zI

    • CARLOS CARVALHO disse:

      CONGRATULAÇÕES.
      SUA RESPOSTA FOI SIMPLESMENTE DEFINITIVA.
      DURANTE TODO O TEMPO EM QUE TRANSITO POR ESTE PLANETA JAMAIS LEVANTEI QUAISQUER ATITUDES QUE FERISSEM AS OPÇÕES DAS PESSOAS NEM, TAMPOUCO, EXIGISSE QUE SEGUISSEM POR ESSE OU AQUELE CAMINHO. AS INDIVIDUALIDADES, QUE NÃO INCLUAM A VONTADE DE TERCEIROS OU ILUDAM AS MESMAS, JAMAIS DEVERÃO SER VIOLADAS.
      SOU SIM CONTEMPORÂNEO DO Sr. CLODOVIL HERNANDEZ QUE, GAY OU NÃO, UM CAVALHEIRO MUITO DISTINTO, BASTANTE SENHOR DE SÍ E SEGURO NOS CAMINHOS QUE OPTOU. ELE JAMAIS PROFERIU UMA VOGAL SEQUER QUE ESTE MUNDO DEVERIA SER POR OBRIGAÇÃO UM PLANETA GAY. JAMAIS O VÍ OU TIVE NOTÍCIAS DE UM MANIFESTO SEU QUE TENTASSE IMPOR AO PAÍS E AO MUNDO QUE SER GAY É UM CAMINHO SUBLIME, AO CONTRÁRIO DOS DEMAIS SEUS CORRELATOS JUNTAMENTE COM UMA MÍDIA HIPÓCRITA QUE LHES CONVENCE QUE OS APOIA. DENTRE SEUS DESAFETOS, GRANDE MAIORIA SE ENCONTRAVA NA COMUNIDADE GAY. CLODOVIL NÃO ERA UM GAY SOLITÁRIO, ERA UM GAY CONSCIENTE E RESPEITÁVEL.
      POUCO ME IMPORTO QUE PESSOAS SEJAM GAYS. ME INCOMODA O NAZISMO, AS DITADURAS, TERRORISMO, MENTES QUE VOAM BAIXO ACREDITANDO SE ENCONTRAREM NO ÁPICE DA MODERNIDADE E, POR FIM, ADOÇÃO DE CRIANÇAS POR CASAIS HOMO….. QUALQUER QUE SEJA A DEFINIÇÃO. O QUE SEM DÚVIDA NÃO DEIXA DE SER UM NAZISMOZINHO DISFARÇADO JÁ QUE AS CRIANÇAS NÃO ESCOLHEM POR ISSO. CLODOVIL DEIXOU UM LEGADO, COMO FOSSE ELE UM JASON BURNE GAY. SER O QUE FOI, COMO FOI E SEM BANDEIRINHA NENHUMA NEM IMPOSIÇÃO QUALQUER QUE EXIGISSE APLAUSOS SÓ POR SER DIFERENTE. MAS COMO ISSO NÃO FAZ ESTRONDO NEM CHAMA A ATENÇÃO DE NOVELISTAS GLOBAIS E DO MEIO ARTÍSTICO E NEM DE USUÁRIOS DE DROGAS, ENTÃO NÃO MERECE MENÇÃO. NÃO SOU CAVALEIRO DEFENSOR DE RELIGIÃO NENHUMA QUANDO SE TRATA DESTE ASSUNTO. NEM DEUS EXIGIU APLAUSOS. OLHEM EM VOLTA PARTE DA OBRA JÁ QUE A OBSERVATÓRIOS ASTRONÔMICOS NEM TODOS TÊM ACESSO. QUANDO ALGUÉM DISSE: “ANTES QUE HOUVESSE DIA, EU SOU” ISSO INDICA QUE TUDO JÁ ERA COMO DEVERIA ANTES MESMO DE COMEÇAR.

  • luis disse:

    Meus pais são homossexuais e me criaram muito bem, defendo eles a porrada se necessário. Sempre me deram do melhor e nunca sofri tanto preconceito como falam que a gente sofre, sei que não sofri tanto pq sempre estudei em escola boa e tals. nenhum dos meus amigos ligam se meus pais são gays ou não, alguns acham até legal. Sei que a realidade não é assim para todos mas eu tenho orgulho.

    • CARLOS CARVALHO disse:

      Bem, meu prezado luis, vejo que tudo o que descreveu dá claras notícias do mundo “diferenciado” que você vive. Não que isso seja algo culposo mas, sem dúvida, dá pouca visibilidade do restante do planeta. Se seus amigos ou habitantes desse “mundo” nunca lhe causaram problemas emocionais, psicológicos ou afetivos ÓTIMO pra você, mas isso não significa que fossem criaturas muito evoluídas e muito modernas. É possível que suas mentes estivessem voltadas para novos lançamentos de Ipods, Iphones, qualquer coisa 3D, enfim, um mundo bem material que pouco lhes importa o sentido da vida. Cá fora, Luis, as coisas são pra valer. Desejo com sinceridade que nenhum tipo de véu tenha sido lançado sobre seus olhos embora, ao mesmo tempo, fico satisfeito que sua condição tenha sido repeitada
      seja lá qual for o motivo. Não creio também que ninguém tenha saúde o suficiente para defender na porrada qualquer ideologia ou comportamento, afinal são muitos os discordantes ou opositores. Num ponto mais maduro de sua vida talvez você reveja suas posições. No ciclo da vida de todas as criaturas deste planeta o principal é que ELAS CRESCEM e o final é que elas morrem. Mas as crianças humanas conforme crescem, vão questionando tudo. Faz parte, é bom e deve ser assim. Toda historia tem um desfecho e ninguém que se imagine detentor da resposta definitiva às indagações de alguém pois, querendo ou não, essas respostas sempre vêm e nada há que impeça. Isso é regra da vida.
      Bem, fique firme e norteado. Mantenha sempre o equilíbrio e tão logo possa venha conhecer o outro mundo do lado de fora deste onde esteve até então. Sempre há respostas.

  • Junior disse:

    Contra. vamos pensar na natureza existe uma comportamento chamado cuidado parental entre os animais , que tendem a cuidar dos seus filhotes depois que nascem (a maioria das vezes a fêmea). Eé um comportamento de extinto. Isso pode explicar o fato de nós humanos sermos muito proximos de nossos filhos e quer-los bem, daquilo que os pais mesmos criaram. E por isso temos este sistema familiar. O fato é que um casal homossexual não tem nenhuma função biológica, eles não irão gerar filhos e construir um família ou melhor dizendo um sistema normal familiar. Isso tem mais haver de ideias sociais em busca de direitos do que propriamente a vontade de constituir uma família. Casamento gay “biológico” é assim Homem +homem+ barriga de aluguel + clica de fertilização ou Homem + homem + Adoção. Isso não existe não podemos tomar como verdade algo que não existe .Coloque em uma colonia só casal de homossexual homens e mulheres , ou a população morre ou eles irão ter que cruzar “heteroalmente” para que assim a população continue. No casamento gay vai apreender o que? que uso da barriga de aluguel é etico? que a clica fertilização vai facilitar a mulher ter filho sem precisar ter contato com homem? claro isso é bom por que eles terão dependência financeira. Que bom os orfanatos poderão ter muitas crianças e nao vão precisar se preocupar por que temos muitos casais gays para adota-los?. Pelo amor de Deus, que sistema familiar vcs querem? e a bioética? “filho ja que vc pensa como mulher vamos em uma clinica para mudar o seu sexo ta bom?” Isso é um absurdo !!! sou a favor da família e não de uma moda ou uma ideologia destrutiva.

  • Tatiane disse:

    Contra! Tenho lido e estudado relatos de adultos que, quando crianças, foram criados por pais gays e hje afirmam que foi uma experiência confusa e traumática. Não quero isso pra outras crianças. Pai é homem e mãe é mulher, isso é o normal! Se ralacionamento gay fosse normal, a natureza os teria favorecidos gerarem filhos….

  • Anna disse:

    Vou responder com um poema que eu fiz:
    O que me faz gostar de alguém? É pelos seus valores? Ou pela sua sexualidade? Ou então pelo o que tem? O que me faz gostar de alguém? E porque isso é tão julgado? Eu escolho por quem gostar ou não? As pessoas são como e porque são? Sim elas são. Então porque tanta argumentação? Isso é algo relativo e não de se argumentar, seria interessante se o caráter fosse mais importante e as pessoas parassem de julgar.

    • CARLOS CARVALHO disse:

      Prezada Anna,
      Se tudo está bem entendido neste blog, então o tema não se trata de julgamento. Em momento algum interessa ser ou não ser gay. Cada um, seu cada um. Além do mais, de fato não se deve julgar as pessoas partindo da premissa de que ninguém erra sozinho. Uma cadeia de besteiras produz um culpado. Entretanto, É UM DIREITO UNIVERSAL PESAR E MEDIR OUTRAS PESSOAS CRIANDO ASSIM, EM NÓS, ALGO DENOMINADO “CONTROLE DE QUALIDADE DA CONVIVÊNCIA”. Isso nos distancia, pelo menos as pessoas de bem, dos encarcerados, corruptos e tantas outras gentes de má qualidade. Coisa que esse planeta produz em larga escala. O papo aqui trata-se de ADOÇÃO. Se isso é só mais um mimosinho gay ou se de fato essas pessoas estão num nível elevado dos corações generosos. O que pessoalmente duvido. Ok?

  • Verdadeiro disse:

    Sou contra e soh mudo minha opiniao no dia em que um pai ou mae hetero falar assim sobre o filho recem nascido: OH QUE LINDO! ELE VAI SER UM VIADINHO LINDO QUANDO CRESCER! Ai eu digo que eh normal.

  • THAIS disse:

    “NÃO SABER VIVER COM AS DIFERENÇAS DAS OUTROS PESSOAS É NÃO SABER VIVER EM SOCIEDADE”

    -FICA A DICA.!!!

    • CARLOS CARVALHO disse:

      LEIA, OU RELEIA, O TEMA DO BLOG. DO QUE SE TRATA ESTE BLOG.
      “FICA A DICA”

    • maisa disse:

      Mas pera aí negros são diferentes querendo ou não eles são negros,não se tem uma escolha deficientes de nascença ou não são diferentes, também não decidem assumir ser deficiente, mas agora fala pra um homossexual que ele e diferente pra ver se ele não registra um B.O contra você como discriminação. Fica a dica.

  • maisa disse:

    Primeiramente, as opções sexuais de cada ser humano não há quem possa impedir até mesmo Deus não impede. Agora outra coisa e colocar uma criança na história, ao meu ponto de vista acho injusto e de um tremendo egoísmo para com a criança. E bonito, lindo no papel me dizerem que a criança vai ser bem cuidada, amada, tudo bem, pode vir a ser muito amada uma coisa não tem nada ver com a outra. A questão e como essa criança vai ser imposta nessa situação, como vai ser a aceitação dela em uma sociedade considerada pelos ativista como uma sociedade “discriminatória”. E aí e quando chegar o dia das mães ou dos pais o casal homossexual tem mãe e tem pai, e agora a criança. Essa é a minha opinião certa ou errada só acho que pelo menos deve ser respeitada.

    • CARLOS CARVALHO disse:

      PREZADA MAISA,

      Você atingiu o ponto da visualização completa do que realmente significa esta modalidade de adoção.
      Ainda que seja óbvio que o universo psíquico dessas crianças seja bombardeado pelas realidades do mundo, é ENORME a chance de estes ditos casais homo…quaisquer nomes proferirem a velha palavrinha DANE-SE pra essas crianças pois o que lhes importa é a imposição de VONTADES e, a parte das crianças, que se dane. TORNO A LEMBRAR E NÃO ME CANSAREI! A PALAVRA “EMPATIA” É DESCONHECIDA DO MUNDO GAY. EMPATIA SIGNIFICA A CAPACIDADE DE SE COLOCAR NO LUGAR DO OUTRO.
      O que se estranha, num mundo mental tão “evoluído” quanto o gay, essa modesta qualidade passe desapercebida.
      ARISTOCRACIA DO EGOISMO. Não há amor nenhum nisso. Nazismo afetivo, agressão psicológica, VIOLAÇÃO ESPIRITUAL. ESTRANGULAMENTO E ASFIXIA EMOCIONAL. A INQUISIÇÃO GAY.

  • ana disse:

    sou a favor porque todas as crianças tem direito ter um lar como qualquer outra !

  • JORGE VIDAL disse:

    Caro Guilherme Bara, parabéns pela iniciativa dessa importante pesquisa e o meu muito obrigado pela manutenção do meu não comentário, que, como está informado no próprio, que você de forma magnânima aquiesceu e ele aí continua com este objetivo e tem levado leitores ao meu.
    Guilherme, sendo o Tema de sua pesquisa o cerne ou aquilo de maior importância nos interesses dos defensores da homossexualidade, porquanto, é isto que os tornará de fato família; embora do julgamento da ADI/DF 4277 e a ADPF/RJ 132 tenha emergido o quarto conceito de família, todavia, a de fato Família é aquela que projeta procriação e a conseqüente árvore genealógica, conforme gráfico em dois dos meus oito (8) Blogs sobre homossexualidade.
    Achei muito interessante os comentários feitos até agora sobre o assunto aqui no seu Blog e notei; por um lado a visão equilibrada, de sensibilidade sociológica e humana e também a desinformação sincera (até ingênua) de alguns que legitimamente a têm exercido. Para tanto, continuo pedindo e sugerindo que sejam lidos os meus oito (8) Blogs sobre a homossexualidade (a partir da veiculação desse meu comentário), dos quais: o sobre O Estatuto da Homossexualidade e no sobre a Lei Seca (o nono) em seu segundo assunto sobre Dois Pais e Duas Mães abordo a questão Reprodução Humana Assistida (RHA), a abjeta Barriga de Aluguel e a Adoção na sua importante e humana função… Para acessar a todos eles comece pelo endereço (no qual estão todos eles) A DOUTRINA DAS IDÉIAS E/OU AS IDÉIAS QUE SE TEM DAS PALAVRAS ─ OITAVO BLOG SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE http://www.doutrinadasideiasepalavras.blogspot.com
    Resposta à pesquisa: Somente para aqueles que já tenham chegado à puberdade em idade a ser estabelecida por Lei
    Atenciosamente JORGE VIDAL

  • Meyri disse:

    gente como que uma coisa dessa vai agrada a Deus? se a biblia diz em genesis que Deus fez macho e fêmea gente nao é preconceito é apenas a verdade…sou super contra nada que digam mudara meu modo de pensar

    • thiago disse:

      não creio que o casamento homossexual assim como os homossexuais e a adoç~çao de crianças feita por eles desagrada a Deus. a Bíblia foi escrito por homens não por Deus. nem sequer foi escrita por Jesus Cristo. não podemos achar que tudo que etá escrito na Bíblia Sagrada seja a palavra final de Deus. creio na Bíblia e em muito dos seus princípios, porém não podemos esquecer que foi escrita há 2 mil anos…a sociedade hoje ainda é muito repressora naquela época então era algo extremo… creio eu que Deus quer que as pessoas vivam bem umas com as outras, que possam ajudar o próximo, que possam ser solidários, enfim creio que Deus visa e deseja o amor e a paz. não acho que Deus está realmente preocupado se a pessoa se relaciona com indivíduos do mesmo sexo, assim como se a pessoa é protestante ou católica ou negra ou branca, etc.

  • thiago disse:

    o argumento de que é melhor ser adotado por um casal gay do que ficar a espera de adoção não procede…tem centenas de casais heterossexuais que estão à espera para adotar uma criança. o que não falta são casais hetero dispostos a adoção. não digo que sou contra, porém dou preferência a casais heterossexuais. creio que se os dois casais o gay e o hetero tiverem as mesmas condições financeiras, emocionais, etc…o casal hetero merece a preferência pelo fato de que a família na sua forma mais natural e primitiva é composta por um homem e uma mulher…assim como acho que não é ideal ser criado pela avó, tio, padrasto, não acho o ideal ser criado por um casal homossexual. a formação da criança creio eu não será possivelmente tão satisfatória nos casos anteriores citados inclusive se adotadas por casal homossexual diante da criação por casal heterossexual. ainda por cima existe a questão perante a sociedade (brasileira) que ainda a meu ver não está preparada para aceitar. deixo bem claro que minha opinião não é sobre ética, moral, ou qualquer questão do gênero, apenas acho que o casal homossexual não pode exercer com a mesma maestria o papel que o casal heterossexual pode, como de fato a natureza determinou.

  • Vitória Menezes disse:

    Em minha opinião como adolescente, não concordo com casais terem legalização para adotarem crianças muito menos barriga de aluguel… Pois para terem uma vida equilibrada e um psicológico formado por completo é necessário ter a presença das figura materna e paterna… Pois tendo os lados do mesmo sexo tentando cumprir papel de pai e de mãe, influência na escolha da vida sexual da criança no estágio da adolescência, na tal época onde começam a surgir novos horizontes, curiosidades e descobertas… Tanto uma mulher ñ pode amar um filho como um homem, um amor firme e demonstrativo de força , assim como o homem ñ terá nunca tal amor fascinante e delicado como o de uma mulher mãe… Não falando ainda da lei de ¨procriação¨ se assim pode ser chamado, sendo contra o ideal da vida que Deus o Criador criou e deixou como regimento da vida, Adão e Eva foram o modelo de vida e de família que DEus colocou como exemplo… Um homem ñ pode gerar um filho, e uma mulher não pode gerar prazer a outra mulher como um homem… Homem ñ tem útero e Mulher ñ tem pênis, sendo clara em palavras diretas, a sociedade de hoje, esta sendo influenciada air por um caminho de ida com volta dificultosa, com ideias sem bases, homossexualismo hj é o que é por conta da mídia, o apoio que a mídia dá a esse absurdo… ñ é normal coisa nenhum UM HOMEM SENTIR-SE ATRAÍDO POR OUTRO HOMEM E UMA MULHER POR OUTRA MULHER… isso é uma ideia errada formada por mentes condutas a Satanas e forjada por seus colaboradores para que isso se torne algo real como esta sendo e tem sido…

    Enfim, ñ como gerar vida com lados iguais… Tem que haver oposto.

    Vitória Menezes, 15 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>